quinta-feira, 23 de maio de 2013

Farto

Estive fora do país e pouco disponível para comentar a última semana. Sobre o jogo com o Chelsea, faltou sorte. Azares acontecem, embora aqueles dois golos devam fazer o treinador pensar muito bem a organização defensiva da equipa.

Quanto ao campeonato:

Recuso-me a ver jogos nacionais enquanto o Pintinho não morrer.

Acabou!

Vejo jogos europeus, mas campeonato, taça, taça da liga, supertaça, é para esquecer.
Vejo o resultado final no fim do jogo e chega.




Já expus noutro post as dezenas de roubos que ampararam os corruptos ao longo da época.

Se o Benfica quer acabar com os corruptos há que matar à fome de receitas os clubes que os apoiam e que baixam as calcinhas para eles, enquanto comem a relva contra o Benfica (Académica, Nacional e Estoril deviam ter para o ano o estádio às moscas no dia do jogo com o Benfica).
Há que emprestar jogadores jovens e de qualidade, que ainda não têm lugar no plantel principal do Benfica, a equipas portuguesas que dêem garantias de ter a mesma atitude competitiva contra o Benfica e os corruptos (Marítimo ou Rio Ave). Não quero que essas equipas facilitem a vida ao Benfica, mas se os corruptos tiverem que correr tanto como tem que correr o Benfica as coisas equilibram.

E marcar em cima os porcos apitadeiros!! Só depois da 27ª jornada o Benfica falou da roubalheira! Devia ter falado grosso logo à 4ª, quando entre Xistra e Soares Dias, o Benfica já tinha sido expoliado de 4 pontos que nos teriam feito campeões!!!

Finalmente acho uma tristeza que haja benfiquistas, entre os quais muitos amigos meus, que acham que o Benfica não é campeão porque empatou com o Estoril.
Isso é capitular perante a corrupção, dizer que os mafiosos do norte são campeões por default, e só um Benfica perfeito nos 30 jogos pode ganhar.
Nenhuma equipa é perfeita um campeonato todo. O Barcelona fez com a Real Sociedad, em San Sebastien, um jogo muito parecido com o Benfica-Estoril. Atacou, falhou vários golos, esteve a ganhar (coisa que o Benfica não conseguiu), acabou por perder depois de ter um jogador expulso (derrota que, apesar de tudo, o Benfica não consentiu).
O Manchester United teve um início de campeonato muito pouco conseguido, o Paris Saint-Germain fez vários jogos miseráveis, com empates e derrotas com equipas mais fracas. Mas todos eles chegaram ao fim e ganharam. Porque não houve Xistras e companhia limitada. Porque ninguém lá tira o pé perante nenhum clube.

Se os corruptos tivessem que correr o mesmo que corre o Benfica e as arbitragens fossem sérias o resultado seria o mesmo que em Espanha ou Inglaterra, o melhor ganhava com muito avanço, 3 ou 4 jogos antes do fim. Aqui perde.

Para esse peditório não dou.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Amantes de corruptos, gente que venha defender o chefe mafioso Pinto da Costa, ou a sua Guarda Pretoriana, escusa de comentar. Não serão aceites.
Isto é um local com higiene.