sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Da falta de vergonha

Segundo a Comunicação Social o Pedro Proença foi "ensinar" aos jogadores do Benfica as regras do futebol, mais concretamente a regra do fora-de-jogo.
Ao que parece é comum os árbitros irem com alguma regularidade falar com os jogadores dos clubes sobre as regras.
Sobre este episódio três apontamentos:

  1. Os jogadores do Benfica não precisam de aprender as regras, precisam é que elas sejam aplicadas correctamente nos jogos do clube;
  2. Enviar o Pedro Proença, sobretudo para falar da regra do fora-da-jogo é uma provocação, uma sacanice de todo o tamanho, e o Benfica devia recusar o acesso às suas instalações a indivíduos desse género;
  3. Quando um árbitro vai explicar alguma regra aos jogadores dos corruptos aquilo deve assemelhar-se bastante a um almoço de família;

Sem comentários:

Enviar um comentário

Amantes de corruptos, gente que venha defender o chefe mafioso Pinto da Costa, ou a sua Guarda Pretoriana, escusa de comentar. Não serão aceites.
Isto é um local com higiene.