domingo, 17 de novembro de 2013

Tirando uma pausa do futebol

Já não passava por aqui há algum tempo.

Isto de não haver jogos do Benfica para o campeonato faz com que não apeteça discorrer sobre o glorioso. Nem o jogo da taça com o Sporting me fez vir cá, porque não me estava a apetecer escrever um post gigante a explicar porque motivos o árbitro errou para os dois lados e as queixas do presidente e jogadores do Sporting são exageradas, para não dizer estúpidas.

Não vou falar da selecção, que não merece três linhas de texto.

Quero realçar as modalidades de pavilhão do Benfica, que andam a fazer boa figura. Futsal, Voleibol, Hóquei em Patins, Andebol e Basquetebol.

No fim de semana passado o Benfica ganhou ao Sporting em futsal, fora de casa, por 7-8. Podiam ter sido mais, mas é aflitivo de ver o Benfica a jogar quando o adversário mete guarda-redes avançado. O Sporting arriscou jogar sem guarda-redes a 15 minutos do fim porque estava a perder 3-6. O Benfica marcou dois golos. A 7 minutos e meio do fim estava 3-8. A 47 segundos do fim estava 7-8. É desesperante ver que, ano após ano, o Benfica é a única equipa contra a qual é seguro jogar sem ninguém na baliza. Levamos sempre mais golos que os que marcamos, o que é paradoxal. Salvou-se a vitória, uma exibição excelente, mas devo ter ganho alguns cabelos brancos.
Hoje uma vitória tranquila com o Póvoa Futsal por 3-5.
Ao fim de 11 jogos Benfica, Sporting e Leões de Porto Salvo em igualdade pontual no 1º lugar, com o Braga com menos 1 ponto.
Faltam 15 jogos para o fim da fase regular, e apenas 2 jogos fora de casa são longe de Lisboa, Académica daqui a 2 jogos, e Boavista na 3ª jornada da 2ª volta. Tendo isso em consideração, o Benfica tem obrigação de acabar a fase regular em 1º.

No Voleibol, das cinco a modalidade que gosto menos, fez quatro jogos nestes dois fins de semana. Perdeu com uma das equipas mais fortes do campeonato e que vai discutir com o Benfica a vitória final. Ganhou os outros três jogos.
Há que continuar a trabalhar.

No Hóquei em Patins, depois de no fim de semana passado o Benfica ter iniciado a defesa da Liga Europeia, vencida o ano passado em pleno antro da corrupção, com uma vitória 13-3 contra uma equipa alemã, empatou 3-3 com o Turquel para o campeonato. É mau porque, naquele que é dos desportos onde as influências externas mais condicionam, perder dois pontos logo na terceira jornada é chato.
Ontem o Benfica ganhou a Taça Intercontinental contra o Recife (10-3). Tanto troféu internacional ganho em pouco mais de três anos e uma liga vencida em doze anos. Um estrangeiro talvez achasse estranho.

O Andebol venceu fora de casa a NAAL Passos Manuel na 4ª feira e o Fafe no Sábado. Com Benfica, corruptos e Sporting com 10 vitórias (os corruptos com um jogo a menos e provavelmente ganham porque é contra o último), isto promete luta até ao fim.

No Basquetebol, depois de na semana passada o Benfica ter perdido em Guimarães (o que é chato pois para mim é o principal adversário na luta pelo campeonato), ontem venceu em casa o Sampaense e hoje foi jogar com a Ovarense para o campeonato e pôs fora da prova outro favorito ao troféu.

As coisas nas modalidades vão andando bem. Tenho que passar pelo pavilhão mais vezes, embora seja um bocado triste das vezes que lá vou e comparo com a final da Taça Continental com o Vendrell, com o pavilhão cheio. É preciso os benfiquistas encherem os pavilhões da Luz e os pavilhões adversários (excelente hoje na Póvoa de Varzim no Futsal e ontem em Torres Novas no Hóquei).
Temos que levar o Benfica para a frente.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Amantes de corruptos, gente que venha defender o chefe mafioso Pinto da Costa, ou a sua Guarda Pretoriana, escusa de comentar. Não serão aceites.
Isto é um local com higiene.